OBJETIVO DO JORNAL
A função social deste jornal é analisar criticamente fatos nacionais e internacionais por uma ótica marxista-leninista.
BLOGUISTAS
• OPERÁRIO SINDICALIZADO
• SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL
• AMBIENTALISTA DE PURO CORAÇÃO
• RAPPER FEMINISTA
• PRESIDENTE DE DIRETÓRIO ACADÊMICO
• CORRESPONDENTE ATEU
• MANIFESTANTE ANTI-E.E.U.U.
 FONTES PROLETÁRIAS
 REVOLUCIONÁRIAS
 AGÊNCIAS
 POPULARES DE NOTÍCIAS
 ORGANIZAÇÕES
 POPULARES DEMOCRÁTICAS
 CAMARADAS FAMOSOS
 SITES AMBIENTAIS
 POPULARES DEMOCRÁTICOS
ARQUIVO REVOLUCIONÁRIO
CONTRIBUIÇÕES RECENTES
quarta-feira, maio 17, 2006
Ouviram meu apelo
Servidor Público Federal

Dias atrás eu fiz um apelo para que se fizessem menos manifestos e mais manifestações. Não tardou, eu obtive resposta à altura do pedido. Em São Paulo – grande pólo proletário do Brasil – os presidiários explorados pelo sistema se revoltaram e se manifestaram em favor da dignidade humana e do fim da superlotação dos presídios. Sou, em geral, contra a violência, mas nesse caso ela foi necessária. Os presidiários são, via de regra, provenientes de famílias pobres e exploradas pelo capitalismo selvagem, têm direito de se revoltar.

Outro protesto que está ocorrendo é ainda mais justo. Diria que em todos os aspectos justificável: os pequenos agricultores paralisaram avenidas importantes da capital paulista contra a política agrícola agressiva contra o produtor. Os preços estão baixíssimos, é um absurdo! A única atitude inteligente que o governo pode tomar é comprar a soja a preço acima do de mercado a todos os pequenos produtores. Eu sugiro que o governo compre a soja e distribua aos pobres brasileiros, para que o preço suba no mercado externo e todos ganhem – povo e produtores. A função social do governo é ajudar os mais pobres, ele só não cumpre porque é tomado por capitalistas de mãos sujas, corruptos e indignos que só sabem parasitar o bom povo brasileiro.
Contribuição para a causa às 15:57

Ou dê sua contribuição democrática através do Livro de Rostos:

Postar um comentário