OBJETIVO DO JORNAL
A função social deste jornal é analisar criticamente fatos nacionais e internacionais por uma ótica marxista-leninista.
BLOGUISTAS
• OPERÁRIO SINDICALIZADO
• SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL
• AMBIENTALISTA DE PURO CORAÇÃO
• RAPPER FEMINISTA
• PRESIDENTE DE DIRETÓRIO ACADÊMICO
• CORRESPONDENTE ATEU
• MANIFESTANTE ANTI-E.E.U.U.
 FONTES PROLETÁRIAS
 REVOLUCIONÁRIAS
 AGÊNCIAS
 POPULARES DE NOTÍCIAS
 ORGANIZAÇÕES
 POPULARES DEMOCRÁTICAS
 CAMARADAS FAMOSOS
 SITES AMBIENTAIS
 POPULARES DEMOCRÁTICOS
ARQUIVO REVOLUCIONÁRIO
CONTRIBUIÇÕES RECENTES
domingo, novembro 26, 2006
Manifestação de discordância democrática entre membros deste Jornal Popular
Operário Sindicalizado

Coletivo de Camaradas,

Venho por meio desta matéria, neste jornal revolucionário a serviço do Povo, democraticamente discordar do camarada Servidor Público Federal quanto ao poste abaixo. Cremos que a mente de Servidor se tenha sido cooptada pelos imperialistas estadunidenses, porque não é factível que um verdadeiro defensor da Causa venha a expressar tais opiniões que vão inteiramente de encontro ao materialismo dialético.

Em primeiro lugar, como se sugeriu pelo camarada Manifestante Anti-E.E.U.U e pelo camarada Infiltrado da KGB no Espaço Democrático de Debates, é absurdo que se queira que as próprias famílias cuidem de "seus" (em verdade, do Povo) filhos. O que se deve fazer é enviar as forças policiais à serviço da Causa às casas das crianças exigindo que os que os grupos de pais (nunca pais individualmente, pois não existem indivíduos) entreguem seus filhos voluntariamente para o Povo, para que o Povo os eduque apropriadamente, sob os preceitos do operariado revolucionário.

Em segundo lugar, "família", constituída por pai e mãe, não passa de uma entidade fictícia. "Laços" sangüíneos não passam de uma construção do neoliberalismo para perpetuar sua estrutura de poder e dominação. Sempre existiram formas muito mais naturais de relações familiares, como disse irrefutavelmente o camarada Friedrich Engels:
E, com efeito, que encontramos como forma mais antiga e primitiva da família, cuja existência indubitável nos demonstra a História, e que ainda hoje podemos estudar em certos lugares? O matrimônio por grupos, a forma de casamento em que grupos inteiros de homens e grupos inteiros de mulheres, se pertencem mutuamente (...).
A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado
Notem bem que essa é uma forma de família muito mais comunista, pois não se unem mulheres e homens individualmente, mas grupos de mulheres e grupos de homens - algo muito mais fraterno e socialmente includente. Essa estrutura "familiar" nega veementemente o individualismo burguês excludente, o qual dá origem à exploração capitalista.

Friedrich Engels também nota na mesma obra, magistralmente, que em seu estado selvagem, a humanidade vivia em árvores:
A) ESTADO SELVAGEM

1 – Fase inferior

Infância do gênero humano. Os homens permaneciam, ainda, nos bosques tropicais ou subtropicais e viviam, pelo menos parcialmente, nas árvores (...)
Cabe a esta altura adicionar que, entretanto, sou a favor, e todo comunista deve ser a favor, da licença páter-maternidade nos dois anos anteriores ao nascimento da criança, como quer o camarada Servidor. Contudo, não posso apoiar remuneração em dinheiro para os pais durante essa licença!

Não podemos apoiar o uso do dinheiro! O capitalismo não passa de uma religião, que possui seus próprios tótens de reverenciação, dos quais o principal é o dinheiro. A remuneração, portanto, deve ser feita diretamente em bens.
Contribuição para a causa às 04:50

Ou dê sua contribuição democrática através do Livro de Rostos:

Postar um comentário