OBJETIVO DO JORNAL
A função social deste jornal é analisar criticamente fatos nacionais e internacionais por uma ótica marxista-leninista.
BLOGUISTAS
• OPERÁRIO SINDICALIZADO
• SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL
• AMBIENTALISTA DE PURO CORAÇÃO
• RAPPER FEMINISTA
• PRESIDENTE DE DIRETÓRIO ACADÊMICO
• CORRESPONDENTE ATEU
• MANIFESTANTE ANTI-E.E.U.U.
 FONTES PROLETÁRIAS
 REVOLUCIONÁRIAS
 AGÊNCIAS
 POPULARES DE NOTÍCIAS
 ORGANIZAÇÕES
 POPULARES DEMOCRÁTICAS
 CAMARADAS FAMOSOS
 SITES AMBIENTAIS
 POPULARES DEMOCRÁTICOS
ARQUIVO REVOLUCIONÁRIO
CONTRIBUIÇÕES RECENTES
quinta-feira, dezembro 21, 2006
Novo Canal Popular de Manifestação Anti-Burguesa
Operário Sindicalizado

Como os camaradas já puderam notar, nós, marxistas-leninistas, sempre estamos atentos à construção da síntese das opiniões revolucionárias das camadas populares. Esse sentimento de união dialética que temos com o Povo se traduz nas sondagens que estamos disponibilizando na coluna à Esquerda (e não à Direita neoliberal). Os leitores deste jornal, como é normal neste espaço anti-imperialista, podem manifestar suas opiniões soberanas sem medo da opressão do braço do Estado Burguês.

A Camarada Olga, em manifestação Revolucionária na Comuna deste Jornal, teme que o Povo venha a manifestar opiniões contaminadas pela "mídia" burguesa nas sondagens e, assim, o Povo não deve ser consultado. Somente nós, comunistas, devemos ser consultados, pois nós somos legítimos representantes do Povo, portanto nós somos o Povo.

Eu concordo inteiramente com a Camarada. É por isso que todas as opções da enquete foram devidamente escolhidas por um comitê de representantes do Povo (ou seja, a consciência popular não-contaminada pela melíflua propaganda capitalística) e não diretamente pelo Povo. Dessa forma, os populares só escolherão opções que estejam de acordo com o ideal revolucionário.

Contudo, ainda assim, o Povo poderá fazer comentários nas sondagens. Infelizmente, é possível que alguns desses comentários sejam apenas propaganda neoliberal de integrantes do Povo cooptados pelo jogo sujo da burguesia.

Caso isso aconteça, nós, marxistas-leninistas deste Jornal, os legítimos representantes do povo, apagaremos o dito comentário, perseguiremos o popular-burguês, o prenderemos e, após julgamento público democrático com direito a ampla defesa, o fuzilaremos.

Cabe notar que, neste sistema, uma vez que nós somos o Povo e o Povo somos nós, não existe nenhuma classe que se arroga do direito de oprimir outra. O que acontece é que simplesmente o Povo (nós) se auto-policia. Como não existem classes, não existe estado e, logo, não existe opressão fascista neoliberal. Nosso sistema de sondagens é o perfeito protótipo do Comunismo.

As sondagens permanecerão no ar por uma semana cada. Os companheiros podem observar os resultados da última abaixo. A sabedoria do Povo sempre arranca lágrimas de meus olhos revolucionários.

Resultado da Sondagem Popular Anti-Reacionária Anterior:

Da burguesia: 24,18% (22 votos)
Dos reacionários: 14,29% (13 votos)
Dos fascistas: 10,99% (10 votos)
Dos banqueiros: 10,99% (10 votos)
Dos neoliberais: 39,56% (36 votos)

Total: 91 votos.

Uma nova sondagem já está disponível para que o Povo manifeste seu ódio pela aristocracia do lucro.
Contribuição para a causa às 05:30

Ou dê sua contribuição democrática através do Livro de Rostos:

Postar um comentário