OBJETIVO DO JORNAL
A função social deste jornal é analisar criticamente fatos nacionais e internacionais por uma ótica marxista-leninista.
BLOGUISTAS
• OPERÁRIO SINDICALIZADO
• SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL
• AMBIENTALISTA DE PURO CORAÇÃO
• RAPPER FEMINISTA
• PRESIDENTE DE DIRETÓRIO ACADÊMICO
• CORRESPONDENTE ATEU
• MANIFESTANTE ANTI-E.E.U.U.
 FONTES PROLETÁRIAS
 REVOLUCIONÁRIAS
 AGÊNCIAS
 POPULARES DE NOTÍCIAS
 ORGANIZAÇÕES
 POPULARES DEMOCRÁTICAS
 CAMARADAS FAMOSOS
 SITES AMBIENTAIS
 POPULARES DEMOCRÁTICOS
ARQUIVO REVOLUCIONÁRIO
CONTRIBUIÇÕES RECENTES
terça-feira, janeiro 30, 2007
Servidor Público Federal

Ao contrário do que os camaradas nos acusam, não somos, de forma alguma e sob nenhum ponto de vista, preguiçosos nem nos esquecemos da revolução. Durante todo esse tempo sem novos artigos científicos pró-causa, estivemos trabalhando para mostrar a fragilidade do mundo sob o domínio explorador-antiecológico-capitalista (aqui abro uma brecha para explicar, de forma resumida, o porquê de o capitalismo ser autodestrutivo: como é escusado lembrar, o capitalismo é selvagem. Como também é fácil notar, ele destrói as selvas. Juntando-se "A" com "B", chega-se à conclusão de que, se se é selvagem e se destróem as selvas, quando as selvas acabarem, o capitalismo acaba).

Para fazer lembrar ao mundo todos os perigos ambientais que o capitalismo trouxe, todos os membros deste jornal popular ajudaram a intensificar os efeitos do aquecimento global. Trabalhamos duro para causar chuvas (a partir do uso de grandes secadores de cabelos que evaporavam a água na nascente, fazendo-a cair torrencialmente na Região Sudeste do Brasil [aquela mais afetada pelo capitalismo cruel, selvagem e explorador em nosso país], fomos responsáveis pela ruptura da represa de barro em Minas Gerais e provamos, com isso, que o capitalismo não está preparado para os acidentes naturais - como esses que simulamos.

Espero que, depois de nossas explicações, os camaradas leitores possam nos perdoar pelo "descaso" com o sítio, mas cremos, como marxistas-leninistas, que a atividade intelectual deve ser entremeada por momentos de aplicação da teoria operário-sindicalista.
Contribuição para a causa às 19:41

Ou dê sua contribuição democrática através do Livro de Rostos:

Postar um comentário