OBJETIVO DO JORNAL
A função social deste jornal é analisar criticamente fatos nacionais e internacionais por uma ótica marxista-leninista.
BLOGUISTAS
• OPERÁRIO SINDICALIZADO
• SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL
• AMBIENTALISTA DE PURO CORAÇÃO
• RAPPER FEMINISTA
• PRESIDENTE DE DIRETÓRIO ACADÊMICO
• CORRESPONDENTE ATEU
• MANIFESTANTE ANTI-E.E.U.U.
 FONTES PROLETÁRIAS
 REVOLUCIONÁRIAS
 AGÊNCIAS
 POPULARES DE NOTÍCIAS
 ORGANIZAÇÕES
 POPULARES DEMOCRÁTICAS
 CAMARADAS FAMOSOS
 SITES AMBIENTAIS
 POPULARES DEMOCRÁTICOS
ARQUIVO REVOLUCIONÁRIO
CONTRIBUIÇÕES RECENTES
sábado, abril 24, 2010
As Pulseiras do Sexo
Rapper Feminista

Recentemente iniciou-se uma grande revolta entre pais e educadores acerca de uma moda que fez sucesso entre as crianças: as pulseiras do sexo. Para os companheiros que, preocupados com a luta, não tiveram a oportunidade de acompanhar essa notícia, eis o link com algumas informações sobre a polêmica.

Quando estamos envolvidos com a causa, qualquer coisa pode inspirar uma ideia revolucionária. Proponho, pois, as Pulseiras da Luta. Usaremos, o Povo, pulseiras de cores diferentes que, quando arrancadas por um camarada, nos obrigará a tomar alguma atitude comprometida com a causa do proletariado. Eis uma tabela sugerida de cores e ações, aberta, é claro, a discussão e modificações por parte daqueles que quiserem debater democraticamente a iniciativa:

Pulseira amarela
Cantar a Internacional Comunista

Pulserira rosa
Declamar algum trecho do Manifesto Comunista

Pulseira laranja
Propor maneiras de promover o estabelecimento de uma sociedade igualitária

Pulseira roxa
Pintar uma mensagem patriota em um muro

Pulseira vermelha
Entrar em greve

Pulseira verde
Plantar uma árvore (sugestão da camarada Ambientalista de Puro Coração)

Pulseira branca
Tomar os meios de produção

Pulseira azul
Depredar um estabelecimento comercial de origem estrangeira

Pulseira preta
Matar um kulak

Pulseira dourada
Fazer todos citados acima

Se essa ideia for aprovada por todos, é bom que foquemos apenas nas douradas, já que essa cor nos força a tomar diversas atitudes contra o sistema dominador de uma só vez.

Essa iniciativa servirá, de certa forma, como um catalisador da revolução. Se começarmos a usar tais pulseiras, aos poucos notaremos uma sutil, mas significativa diferença à nossa volta. Lembrem-se, companheiros: eles não podem deter a primavera!
Contribuição para a causa às 02:01

Ou dê sua contribuição democrática através do Livro de Rostos:
Blogger Faith ~ Rocket Queen, ÀS 15:00 DISSE: 
Acho um absurdo esse negócio de pulseira do sexo, principalmente porquê a maioria dos usuários são crianças e pré-adolescentes que mal sabem de si mesmos... Estão perdendo a infância...
Pulseiras da Luta... Gostei da sua idéia :D haha.

Belo blog, bjs!
Blogger Servidor Público Federal, ÀS 23:46 DISSE: 
Como assim "sua" idéia? A idéia não foi da camarada Rapper Feminista, ela é e sempre será do povo. Apenas foi expressa através da voz marcante da camarada Rapper, camarada Rainha do Foguete!
Anonymous Anônimo, ÀS 12:51 DISSE: 
Acho um absurdo burguês deixar espaço aberto para sugestões e análises.

Qualquer stalinista de 4º galardão sabe muito bem que sugestões e análises são instrumentos contra-revolucionários.

Tudo o que o Alto-Comissariado decidir, fica decidido, e quem for contra será devidamente eliminado, digo, re-educado.

"Fóruns", "Congressos", "Parlamento", "Democracia" são termos que devem ser usados apenas para os não-iniciados na verdadeira luta do povo para o estatismo total
Anonymous Anônimo, ÀS 10:48 DISSE: 
hahahahahaahahahaahahahahaa

esse clubinho é o mais engraçado que eu já vi. vou entrar aqui sempre!

cada coisa viu...
Anonymous Anônimo, ÀS 21:27 DISSE: 
Antes de estabelecer o uso das pulseiras, é necessário que se criem comissões e grupos de trabalho para decidir o que cada cor significará. Para que se tenha um caráter mais democrático, tal debate deverá mobilizar TODA a sociedade civil, por intermédio de assembléias de representantes das diversas minorias: dos pretos, dos gays, das lésbicas, dos transgêneros, dos membros de facções anti-estado (PCC, ADA, CV e FARCS), do MST, dos sindicatos, dos beneficiários da bolsa-anistia e, principalmente, dos petralhas. Deverá ser proibida qualquer tentativa de participação de representantes da espécie reacionária, na figura do cidadão trabalhador sem bolsa-família, da classe-média, dos pequenos burgueses, dos detentores do grande capital, pessoas de cútis branca e cristãos de qualquer religião ou denominação. A votação nas assembléias devem seguir o modelo bem sucedido em vigor nas universidades públicas e sindicatos, onde as decisões de uma parcela de 0,00001%, bastante representativa do todo, são aprovadas e passam a ter força de lei para o resto. Após as deliberações e apresentação da proposta final, a mesma deverá ser submetida a um plebiscito popular, sem participação dos reacionários, para ratificar e por em vigor.

Ass. Camarada Mama Teta - Presidente do Sindicato dos ASPONES
Anonymous Anônimo, ÀS 23:20 DISSE: 
uahuahuhauha

morri de rir, vc é um piadista muito bom mesmo!

Postar um comentário